República estudantil: saudades da comida da mamãe

novembro 1, 2007 at 4:10 am 17 comentários

Galadeira vazia

A cena muitas vezes é caótica. Roupas, livros, comida, tudo se mistura num indescritível amontoado de coisas. A palavra para descrever essa bagunça é República estudantil. Obviamente, nem sempre é assim, há repúblicas e repúblicas. Em muitas delas há uma organização impecável, mas isso passa longe, mas muito longe mesmo de ser o padrão que se vê por aí.
A liberdade alcançada por moradores de república é contrastada com a saudade de casa, e a coisa que eles mais sentem falta é da comidinha de mamãe. A maioria deles admitem que não sabiam cozinhar nada antes de ir morar longe de casa, agora, após muito sofrimento, já sentem a evolução gastronômica em suas vidas, na marra eles aprendem a se virar.

 

“Agora já sei fritar nuggets, e nem deixo mais elas queimarem!”, afirma Rafael Alvarenga Dantas, 22 anos, morador de repúblicas há 2 anos.

 

Assista ao vídeo de uma república na hora do almoço:

 

 

O “cardápio” em repúblicas não costuma ser muito animador, geralmente composto de comidas fáceis e pouco elaboradas. O “rei” da cozinha é o famosíssimo miojo, insubstituível depois dos rocks.

 

Segue abaixo uma variação para preparo do miojo:

 

Miojo

Miojo especial

INGREDIENTES:
1 miojo (comum sabor que desejar)
1 colher de requeijão
1 colher de massa de tomate
água
dica se desejar coloque pedações de queijo de sua preferência!
Modo de fazer:
-Junte uma vasilha para microondas funda e pequenaQuebre o miojo em partes pequenas e junte agua que deve apenas obrir a altura do macarrão.
-Junte o tempero, requeijão e a massa de tomate tentando disolvelos ao maximo.
-Agora se desejar coloque pedações de queijo para dar um novo sabor.
-apos o preparo no microondas deixe-o por 1 min dnetroo mesmo.
-Retire misture bem na própria vasilha utilizada sirva.
-Você terá um prato sofisticado e diferente .
-Para aumentar as porções é só dobrar os ingredientes da receita.

Anúncios

Entry filed under: Almoço, Comida barata, Cozinha, Diversão, Estudantes, Homem na cozinha, Humor, Mãe, Receita, Sociedade, Vídeo. Tags: , , , , , , , , , , , , .

Jogos com tempero: a culinária em jogos virtuais Culinária na televisão: O espetáculo que nos faz babar

17 Comentários Add your own

  • 1. Lorena  |  novembro 1, 2007 às 6:00 pm

    Que vergonha! Eu não sei fazer miojo!!!

    Mas depois da receita…vou tentar mais uma vez!!!

    Gostei do post Thiago!!!

    Vc poderia colocar receita de comidas que todo mundo sabe fazer…pq são justamente essas que eu não sei…hauhauhaua
    *ARROZ
    *BIFE
    *FEIJÃO

    E SOBREMESASSSSS
    MUITAS SOBREMESAAAAAAAS

    Responder
  • 2. tevejolah  |  novembro 1, 2007 às 6:29 pm

    hmmmm…
    vou levar a receita de miojo pra viagem!
    =P e viva a variação do miojo!
    bjao
    Jacy

    Responder
  • 3. caideboca  |  novembro 1, 2007 às 11:55 pm

    Lorena,
    Logo, logo postarei as receitas que você está querendo!

    Abraços,

    Thiago Cruz

    Responder
  • 4. caideboca  |  novembro 1, 2007 às 11:56 pm

    Jacy,

    Você levará a receita na viagem?!!?!?

    Poxa… Eu é que deveria ser levado nessas sua viagens…

    hehehe

    Abraços,

    Thiago Cruz

    Responder
  • 5. katler!  |  novembro 3, 2007 às 2:35 am

    é bom esclarecer q miojo nao deve ser considerada uma comida precária, mas ela já está no imaginario popular.
    há alguns dias, frequentei um desses restaurantes de jardim da penha e me deparo com o seguinte prato: miojo com molho shoyo (axo q assim q se escreve)!! tive q provar!!

    Responder
  • 6. caideboca  |  novembro 3, 2007 às 7:33 pm

    Katler,
    O (A) miojo é também conhecida como a comida socióloga!

    Beijos,

    Thiago Cruz

    Responder
  • […] República estudantil: saudades da comida da mamãe […]

    Responder
  • 8. Bodão  |  dezembro 11, 2007 às 6:50 pm

    Caro Amigo!!
    Desculpe-me, mas fazendo uma pesquisa sobre repúblicas estudantis, me deparei com o artigo presente nesse site. Quando o autor do texto afirma “Em muitas delas há uma organização impecável, mas isso passa longe, mas muito longe mesmo de ser o padrão que se vê por aí”, leia-se por aí excluindo-se o caso das repúblicas de Ouro Preto. Pra refrescar a sapiência do autor do texto, Ouro Preto possui um sistema de repúblicas realmente impecável e tradicional nos moldes das repúblicas de Coimbra de modos que o autor, ao falar, por aí esqueceu de analisar o contexto de repúblicas mais significante do Brasil, a saber, da Universidade Federal de Ouro Preto. Fica aqui o convite para tal autor(e àqueles que apoiaram tal matéria) para que ele possa conhecer nossas repúblicas e ver que aqui em Ouro Preto(o mais tradicional lugar em repúblicas do Brasil) essas idéias são no mínimo presunçosas.
    Convido-o a conhecer o site http://www.taranoia.com.br e descobrir o que é uma república. Assim poder-se-à ver que saudade da mamãe sempre existe quando se está longe de casa, mas falta de organização, não existe por aqui.

    Luís Antônio da Costa
    Ex-aluno e co-idealizador do projeto filantrópico “A CASA É NOSSA”

    Responder
  • 9. caideboca  |  dezembro 14, 2007 às 10:43 am

    Luis,
    Realmete a república indicada aparenta ser du primeira linha!!

    hehe

    Abraços,

    Thiago Cruz

    Responder
  • […] anteriores relacionados: República estudantil: saudades da comida da mamãe O futuro da […]

    Responder
  • 11. Truques na cozinha « Cai de boca…  |  março 6, 2008 às 9:18 pm

    […] março 6, 2008 Conheça truques super legais e criativos que você pode fazer dentro da sua cozinha. Como manter alimentos frescos no saquinho sem usar um clip, como fazer um gelo completamente transparente ou como não chorar descascando cebolas, são algumas coisas que você vai aprender clicando aqui! Lá você vai encontrar uma dica que pode revolucionar a sua vida! Como abrir uma garrafa de cerveja com um pedaço de papel. Posts anteriores relacionados: A cozinha e suas superstições República estudantil: saudades da comida da mamãe […]

    Responder
  • 12. Luan Moraes  |  abril 18, 2008 às 3:52 pm

    Eita lêlê vo sofrer q soh com comida.

    Não sei fazer nada,soh ovo eu acho. rsrs

    vo pegar essas receitas ai pra mim aprender.

    Responder
  • 13. Thiago Cruz  |  abril 18, 2008 às 8:48 pm

    Luan,

    Miojo é a grande pedida de nós estudantes que pouco sabem cozinhar!

    hehe

    Abraços,

    Thiago Cruz

    Responder
  • 14. Dia das mães – Almoço de presente! « Cai de boca…  |  maio 11, 2008 às 6:24 pm

    […] anteriores relacionados: Mulheres chefs República estudantil: saudades da comida da mamãe Natal: a festa da […]

    Responder
  • 15. Priscila Boechat  |  janeiro 16, 2009 às 4:40 pm

    olá!
    achei seu blog no google, pois estou fazendo pesquisas sobre Repúblicas Estudantis…
    tenho 18 anos e como meus pais mudarão de cidade esse ano, pensei em fazer a minha casa de república, já que moro do lado da UERJ… para ganhar um dinheiro e ter tempo de estudar…
    enfim.. gostaria de saber se vc poderia me indicar pessoas que moram e/ou administram repúblicas para que eu conseguisse algumas dicas…

    Muito obrigada!

    beijos

    Responder
  • 16. pedro  |  fevereiro 14, 2009 às 4:22 pm

    é pá, há meses passei por coimbra e fui ver as repúblicas. amigos que andaram nas repúblicas nos anos 70 falaram-me da suas actividades políticas e culturais, da fraternidade, das portas sempre abertas, das festas e da agitação, dos convites para entrar àqueles transeuntes mais tímidos que paravam para ver.
    pois não encontrei nada disso. apenas as placas sobre as portas, lá dentro um silencio aterrador. salvo numa delas no início da rua, ao pé de um café minúsculo. entrei fiquei abismado com a história contada pelas paredes. pinturas e cartazes lindíssimos. estavam a ensaiar música numa das salas. enquanto outros limpavam a casa, que se encontrava um pouco suja. “houve festa ontem, e anteontem e anteanteontem…”, disseram. saí e no café ao pé perguntei se nas repúblicas ao lado havia gente. porque não se via ninguém? qual a razão para não haver uma única pessoa que entrasse ou saísse daquelas portas e janelas sempre fechadas? uma senhora sentada numa das mesas respondeu. as repúblicas já não são o que eram dantes. que até já não se dão umas com as outras.

    Responder
  • 17. Nathiele camila  |  março 21, 2010 às 12:26 am

    legal em 2011 estou ai me espere

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Calendário

novembro 2007
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Posts anteriores

Estatísticas

  • 1,407,458 Visitas

Visitantes agora no blog

counter

Page Rank

PageRank

Categorias


%d blogueiros gostam disto: