Posts filed under ‘Alimentos afrodisíacos’

Dieta do sexo: escolha bem os alimentos e melhore sua performance na cama

Salmão, chocolate, suco de uva, nozes: é grande a lista de alimentos que fazem bem à saúde e ao relacionamento. Isso porque ingredientes que parecem inocentes à primeira vista podem provocar uma ação poderosa no organismo, contribuindo para o aumento do desejo e das sensações de prazer, por conta do crescimento do fluxo sangüíneo nas regiões sexuais.

O sexo rejuvenesce na medida em que provoca bons sentimentos, fortalece a união com o parceiro e libera hormônios que melhoram a saúde. Podemos ensinar a maximizar a biologia e a química de seu corpo para fortalecer seus relacionamentos. Um cardápio bem cuidado é determinante para viver mais, melhor e isso inclui a saúde sexual.

Para aumentar sua performance e permanecer feliz e saudável, conheça os alimentos e substâncias que têm propriedades boas para o organismo para o coração:
ÔMEGA 3: Salmão e nozes são alguns dos alimentos que contêm o ácido graxo docosahexaenóico (DHA), uma substância que faz as artérias produzirem mais óxido nítrico e potencializa os orgasmos. Anote os outros alimentos e substâncias que aumentam o fluxo de sangue em todo o corpo, inclusive, nos órgãos sexuais: alho, zinco, selênio, ácido fólico e vitaminas C e E.

CHOCOLATE: Em forma de cacau puro, a iguaria tem uma substância chamada flavonóide, capaz de aumentar os níveis de óxido nítrico em nosso organismo, que, por sua vez, dilata as artérias e tem efeito especialmente para pessoas acima de 50 anos. Os flavonóides estão presentes em outros alimentos, como o vinho, o chá preto e o suco de uva concentrado, indica o especialista.

TRIBULUS TERRESTRIS: Segundo o médico, estudos mostram que a erva natural pode ter efeito benéfico para homens e mulheres com queda de libido. Ela aumentaria a produção de hormônios luteinizantes (que regulam a secreção da progesterona na mulher, entre outras funções, e aumenta a produção de testosterona) provocando efeito afrodisíaco. Pode ser usada em tratamentos para infertilidade feminina, impotência e baixa de libido.
SUCO DE UVA: Os polifenóis, que tem propriedades antioxidantes, presentes no suco feito com o tipo de uva Concord, estimulam as células endoteliais a liberar óxido nítrico, que ajuda não apenas a prevenir doenças cardiovasculares, mas a manter a saúde dos vasos sangüíneos e o equilíbrio da pressão arterial.

E a nossa catuaba, o amendoim de todo fim de semana e os ovinhos de codorna que ganharam fama de afrodisíacos ao longo dos anos? Ainda não há nada que ateste sua eficácia. Confira outros alimentos que prometem, mas, segundo o médico, ainda não tiveram seu benefício comprovado no aumento do desejo sexual:
– Maçã (confere bom hálito)
– Aspargos (ricos em vitamina E, favorecem o trabalho dos hormônios)
– Bananas (contêm a enzima bromelina, que parece aumentar a libido masculina)
– Repolho (aumenta o fluxo sanguíneo)
– Aipo (contém androsterona, um hormônio liberado com o suor masculino que excita as mulheres) – Figo (rico em aminoácidos que aumentam a libido)
– Ostras (ricas em zinco, que contribui para a produção de testosterona)
– Noz moscada (aumenta a atividade sexual em ratos)

No entanto, a melhor coisa que se pode fazer com a boca para um relacionamento (sem pensamentos maliciosos) é conversar. Saber o que o parceiro deseja é fundamental para que o sexo seja bom para os dois.

Fonte: Blog Ao Bel-Prazer

Posts anteriores relacionados:
O verbo comer e suas significações – Alimentação e sexo
Sabor e sedução – afrodisíacos
Lingerie comestível – caia de boca!

Anúncios

julho 11, 2008 at 12:59 am 7 comentários

A enciclopédia das especiarias

Conheça tudo que você precisa saber sobre as mais variadas especiarias. O site  The Epicentre é o mundo das especiarias na web.

Clique aqui e visite o site The Epicentre.

Tem enciclopédia com as histórias das ervas, condimentos, origens, receitas, harmonização com bebidas e comidas, lojas, enfim tudo o que você precisa saber sobre esse aditivo fundamental da culinária.

Posts anteriores relacionados:
Conversor de Medidas para Culinária
Temperos medicinais


julho 4, 2008 at 11:00 pm Deixe um comentário

Alimentação correta para cada signo

Há quem acredite na influência dos astros em todos os momentos da vida. Sendo assim, eles também influenciam o hábito alimentar, correto?

Pois bem, cada signo do zodíaco possui características próprias que podem influenciar tanto o gosto de vestir como a preferência por certos alimentos e temperos. É claro que não é só esse fator que vai interferir no gosto de cada um, até porque o signo solar na astrologia é apenas uma informação entre tantas outras e pode ser que talvez você se identifique com mais de um signo. Isso é normal: pode ser que seja o seu ascendente e você não saiba ou é um signo forte no seu mapa astral.

Conheça abaixo a alimentação ideal para cada signo:

Áries

Preferem os pratos de sabores mais salgados do que doces e a cozinha frugal, como saladas de vegetais verdes e crus que acompanham pratos mais elaborados como churrascos ou peixes assados ou grelhados. Áries aprecia o sabor picante. Na sobremesa, frutas e sorvetes de creme fazem sucesso.

Touro

Adora alimentos bem preparados de sabores quentes e refinados, com a apresentação caprichada. É também amigo dos doces, compotas e geléias. Não aprecia sabores muito ácidos ou azedos. Aves e carnes magras, massas, com molhos de sabor delicado e uma sobremesa sofisticada fazem a festa.


Gêmeos

Este signo se alimenta aos poucos, em pequenas quantidades e ao longo do dia. Gêmeos capricha nos temperos inventivos, mas sabe apreciar uma pizza e até um bom fast-food. A comida precisa ser bem variada, colorida e leve, com sabores tendendo ao ácido e ao amargo, mesmo nas sobremesas frias e leves.


Câncer

Signo da infância. Alimenta-se conforme seu estado emocional. Às vezes é frugal, outras é excessivo. Amante das sopas delicadas, dos purês exóticos e dos peixes e frutos do mar, não se dá bem com alimentos muito condimentados ou pesados. Na sobremesa, frutas frescas ou bolo de chocolate.


Leão

Requintado e amante dos prazeres sociais, costuma ter um estômago forte e detesta cozinhar apenas para si mesmo. Condimentos, brilho e colorido especial são aconselháveis na hora de comer um bom assado de pernil. A bebida deve ser a melhor; na sobremesa, bavaroise ou bolo Floresta Negra.


Virgem

Naturalista e atento à qualidade dos alimentos, é um tipo difícil de contentar. De vez em quando se permite uma pequena loucura, quando então se entrega aos vinhos que acompanham massas bem produzidas. Saladas verdes e cruas, frutas não muito ácidas e tempo para digerir o que come são essenciais.


Libra

Adora sair com os amigos para os bares da vida e se alimenta de verduras, carnes e peixes com acompanhamento leve. Com certa tendência a se alimentar mal quando não está tranqüilo, Libra precisa de variedade alimentar e sabores pouco ácidos ou apimentados. Sobremesa, quase nunca…


Escorpião

Quando está bem, adora experimentar alquimias diferentes na cozinha e condimentos exóticos. Quando está mal, é capaz de comer qualquer coisa, quando come. O apetite é extremado e pode passar época se alimentando de um mesmo tipo de comida. Sobremesas elaboradas são a sua perdição.


Sagitário

O signo do excesso. Alimenta-se de acordo com sua inspiração. Gosta de dietas purificadoras, que alterna com loucuras gastronômicas. Depois, luta contra a balança, acrescentando muito verde nas saladas generosas e muita fruta ao café da manhã. A alimentação matutina é essencial para ele.


Capricórnio

Sensual e amante dos prazeres da vida. Têm um estômago resistente e gostos estranhos, como alimentos duros de mastigar e chás amargos. Mas sabe saborear alimentos requintados e bem preparados. O chocolate (amargo) e a batata são seus grandes aliados na luta contra a depressão.


Aquário

Este é um signo que se alimenta preferencialmente de poucas quantidades de comida e tem digestão lenta. Comidas frias e muito ácidas podem comprometer sua digestão. Grãos e cereais são bem recebidos, assim como raízes e vegetais cozidos, fechando com uma sobremesa gelada com cobertura quente de fruta.


Peixes

A instabilidade e emotividade deste signo se manifestam também na alimentação: quando está bem e animado, come de tudo; quando está melancólico, come além do que deveria, até salgadinhos, o que promove aumento de peso. As massas são sua perdição. Adora sorvetes e doces.

junho 23, 2008 at 3:17 pm 5 comentários

Festas juninas e sua rica culinária

Pula a fogueira iaiá
Pula a fogueira ioiô
Cuidado para não se queimar
Pois essa fogueira já queimou o meu amor
Comemore sua festa junina, mas não deixe mais nada queimar, principalmente as delícias desse maravilhoso período do ano!

Há muitas explicações para o termo festa junina. Destacam-se uma que diz que o surgimento foi em função das festividades ocorrem durante o mês de junho. E, outra versão diz que está festa tem origem em países católicos da Europa e, portanto, seriam em homenagem a São João. No princípio, a festa era chamada de Joanina. As festas juninas giram em torno de três datas principais: 13 de junho, festa de Santo Antônio; 24 de junho, São João e 29 de junho, São Pedro.

As festas juninas são mais um exemplo da miscigenação cultural brasileira. Com o passar do tempo, os costumes foram se misturando aos aspectos culturais dos brasileiros indígenas, afro-brasileiros e imigrantes europeus nas diversas regiões do país, tomando características particulares em cada uma delas.
Assista ao vídeo sobre a culinária e os pratos típicos das festas juninas nordestinas:

Clique no link embaixo da foto do prato escolhido e aprenda a receita:


Arroz doce


Amendoim doce


Bolo de fubá


Cocada


Canjica


Maçã do amor


Paçoca


Pé-de-moleque


Vinho quente

Posts anteriores relacionados:
Ovos de páscoa – Faça você mesmo
Sexta-feira santa – Prepare-se para comer bem
Alimentação no carnaval
Ano novo – comece o ano comendo bem
Natal: a festa da comilança
Festas Juninas

junho 11, 2008 at 12:54 pm 5 comentários

Qual vinho beber? Eis a questão!

É cena comum na hora da refeição. Alguém sempre tem que perguntar qual vinho beber, e, quase sempre, ninguém sabe dizer corretamente qual o mais adequado.
A dúvida é mais do que justificável, há inúmeras possibilidades para se combinar esses tão indispensáveis elementos de uma boa refeição. A refeição escolhida pode ou não combinar com o Vinho, e esta combinação, se for muito ruim, pode dificultar a apreciação tanto da comida quanto do Vinho.

Seguem abaixo algumas dicas que poderão te ajudar nessa hora tão difícil:
Uma regra básica é: Carnes e Massas combinam com vinhos tintos, Peixes combinam com vinhos brancos.
MAS NEM SEMPRE. Embora esta seja a base não leve esta regra como uma lei, pois você precisa ter alguma flexibilidade.

Outra regra básica é que: Vinhos sempre combinam com os pratos das regiões de origem.
Um Vinho Português em geral combina bem com comida portuguesa e um Vinho Espanhol com a culinária espanhola. Indo mais longe, um Vinho Tempranillo Crianza Espanhol combina bem com a Paella.
A exceção está nos vinhos do novo mundo, como Estados Unidos e Austrália, pois são produzidos para o mercado mundial e não para suas regiões de origem.

A partir daí você deve seguir as dicas de combinação vinho x comida abaixo:
Sabor:
-Combine o sabor pela Similaridade
-Nas Carnes você deve usar um Vinho mais potente e complexo.
-No Frango Marinado, você deve combinar com um Vinho Tinto mais Frutado
-No Salmão Grelhado você pode tomar um Vinho Branco Leve e Refrescante
Acidez:
-Combine a acidez pelo Contraste
-Para Massas com Molho de Tomate você pode combinar com um Vinho Tinto menos acido
-Para Massa com um Molho Cremoso você combina com um Vinho Tinto mais ácido
Corpo:
-Escolha um vinho que suporte o alimento
-Para prato mais leves combine com Vinhos mais jovens.
-Para pratos mais fortes combine com Vinhos Encorpados.

Um exemplo, para que você entenda a combinação entre vinho e comida. A Feijoada é um prato forte, onde a Laranja combina bem. Portanto podemos ter um Vinho Tinto Encorpado com bons Taninos, que vai combinar bem com o prato forte, ou também escolher um Vinho Branco Cítrico, pois sabemos por similaridade que os sabores cítricos, como o da Laranja, combinam com a Feijoada.

Outro exemplo, é se preparamos uma massa com molho de tomate, podemos combinar com um Vinho Tinto Jovem de baixa acidez, ou se você preferir tome um Vinho Branco Frutado.
Com estas dicas você terá um pouco mais de facilidade em combinar vinho e comida.
Fonte: Enochatos

Posts anteriores relacionados:
Truques na cozinha
Cerveja: mania nacional
Cachaça: mais dois dedos de cultura

maio 19, 2008 at 8:00 pm

Temperos medicinais

Se você pensa que os temperos só servem para dar um sabor melhor a sua comida, tenho uma ótima notícia para você, os condimentos que utilizamos no nosso dia a dia são ótimos ingredientes para ativar a digestão e prevenir doenças, principalmente do estômago. Salsa, manjericão, alecrim, orégano, pimenta e cominho são ricos em vitaminas e minerais antioxidantes.

A nossa culinária é uma das mais bem temperadas, adoramos um tempero e isso não é segredo para ninguém. Devemos manter esse hábito vivo em nossa cultura, a saúde vai agradecer!
Saboreie a vontade:
ALECRIM: Realça o sabor de aves e carne de carneiro. É um bom ajudante no controle da pressão alta. Seu óleo é eficaz para dores musculares e seu chá alivia dores de cabeça;
ALFAVACA: Bom para temperos de sopas e molhos. Possui propriedades digestivas, antiflatulenta, anticatarrais e antiasmática. Também é benéfica para problemas urinários;
CEBOLINHA: Realça o sabor de batatas, sopas e cozidos e tem propriedades de baixar a pressão sangüínea;
CEROFILO: Ideal para peixes e possui propriedade antihipertensiva;
COENTRO: O seu sabor forte realça os pratos de vegetais, molhos e aves. Tem propriedade de aliviar problemas digestivos;

CONFREI: Nativa da Rússia, seu chá é indicado como analgésico, anti-séptico e antiasmático. Também possui propriedade anticâncer, devido ao antioxidante alantoina;
DENTE DE LEÃO: Suas raízes e folhas têm bastante vitamina C. Tem efeito diurético, laxativo e depurativo, purificando o sangue;
ERVA DOCE: Ideal para massa de pães e, quando em chá, tem efeito calmante, diurético, antiasmático e digestivo. Se tomado na fase da amamentação; pode estimular o aumento da produção de leite;
HORTELÂ: Suas folhas realçam o sabor de peixes, carne moída e carneiro. Também fica muito bom com frutas e sorvetes. Auxilia na digestão e acalma os brônquios se passada nas costas e peito das crincas. Além disso, suas folhas quando mascadas aliviam e refrescam o hálito;

LOURO: Bom para sopas, cozidos e feijão. Tem propriedade de aliviar os gases digestivos;
MANJERICÂO: base de diversos pratos. É diurético, digestivo, fortificante e antigripal.
ORÉGANO: Bom para saladas e pratos que contenham tomates. Suas folhas são digestivas e descongestionantes;
SALSA: Quando consumida em porções de 30g, são ricas e boas fontes de Vitamina C. Possui grande quantidade de bioflavonóides e monoterpenos, substâncias anticancerígenas e diuréticas;
SALVIA: Bom para pratos de aves, carne de porco e pães. Seu chá é usado como digestivo e como líquido para bochechos e gargarejos, agindo contra gengivites, aftas e inflamações na garganta;
TOMILHO: É uma das ervas favoritas na culinária italiana. Seu chá é bom para aliviar distúrbios intestinais e em gargarejos contra inflamações da garganta, bem como em xaropes para tratamentos de tosses e congestões respiratórias;

ESPECIARIAS MAIS DO QUE AROMATIZANTES:

ALÇAFRÃO: Potente afrodisíaco. É utilizado em sopas de verduras, arroz, peixes e brioches doces;
ALCAPARRA: seus botões são utilizados na preparação de molhos e temperos. Atua como estimulante estomacal. Alerta: como são conservados em sódio, os hipertensos devem usar o ingrediente como moderação;

CANELA: Alivia inchaços e gases. Bom para ser usado com bananas, maçãs assadas, entre outros;
COMINHO: Especiaria picante. Combina bem com pimentas e é bom no preparo de tahine (pasta de gergelim). Combinado com pimentas, pode auxiliar na perda de peso, por aumentar o gasto energético basal;
GENGIBRE: Bastante popular em sobremesas e refrigerantes. É utilizado contra enjôos.
MOSTARDA: Combina com frango e carne bovina. É aliado no alívio de dores e congestão;
PIMENTA: É usada para condimentar vários pratos quentes do Brasil e México. A capsaicina, óleo volátil que dá o ardor às pimentas, é usada como analgésico. Melhoram o humor, por estimular a produção de endorfinas, substâncias responsáveis pela sensação de bem-estar;
PIMENTA DO REINO, PRETA OU BRANCA: Excelente no preparo de sopas carnes e aves. Base de diversos pratos como pizza, sanduíches… Aspirar seu pó previne os desmaios.
Do site Saúde nota 10

Posts anteriores relacionados:
Dieta saudável
Alimente-se de forma consciente
Frutas e legumes em pílulas
Frutas: a sobremesa perfeita.

abril 10, 2008 at 6:54 pm 4 comentários

Food porn – Gastronomia erótica

giada-de-laurentiis.jpg
Giada
Que a comida tem tudo a ver com o sexo (sem trocadilhos, por favor), não nos resta a menor dúvida. Mas agora há uma novidade nessa história. Nasce um movimento que mistura a culinária com o erotismo – o Food Porn. Com sensualidade, beleza e uma boa mão para a cozinha, mulheres vêm se destacando no acirradíssimo mundo dos programas de TV gastronômicos.
nigella-food.jpg
Nigella

Nigella Lawson, cozinheira e apresentadora inglesa, é tida por muitos como a “musa do food porn“, mas ela não é a única. Giada De Laurentis, italo-americana, também conquista seus telespectadores não só por seus dotes na cozinha, mas por seu charme e beleza.

nigella-culinaria.jpg
Ficou curioso?
Então assista aos vídeos:
Giada:

Nigella:
giada-food.jpg

Posts anteriores relacionados:
Receitas em vídeo
Lingerie comestível – caia de boca!
Sabor e sedução – afrodisíacos
O verbo comer e suas significações – Alimentação e sexo

fevereiro 24, 2008 at 11:53 am 2 comentários

Posts antigos


Calendário

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Posts anteriores

Estatísticas

  • 1,411,607 Visitas

Visitantes agora no blog

counter

Page Rank

PageRank

Categorias