Posts filed under ‘Homem’

Thin – Documentário sobre anorexia

Thin” é um documentário que fornece uma janela para o complicado e difícil processo de tratamento, a cultura da reabilitação e a experiência de lutar contra uma desordem alimentar.

O resultado é uma jornada emocional rica em experiências que permite um maior entendimento da complexidade das desordens alimentares: que elas não são simplesmente sobre comida, imagem corporal ou auto-estima; mas um emaranhado de razões pessoais, familiares, culturais e de saúde mental.
Thin revela os rostos e as histórias por trás das estatísticas dessa crescente desordem através de depoimentos pessoais de 19 residentes de diversas idades e experiências de vida, registros jornalísticos e ensaios de especialistas na área dos distúrbios alimentares.
Título: “Thin” (“magra”)
Diretora: Lauren Greenfield
Assista a esse excelente documentário:
Primeira parte:

Segunda parte:

Terceira parte:

Quarta parte:

Quinta parte:

Sexta parte:

Sétima parte:

Oitava parte:

Nona parte:

Décima parte:

Décima primeira parte:

Décima segunda parte:

Décima terceira parte:

Última parte:

 

Fonte: Site oficial Thin

Posts anteriores relacionados:
Anorexia
Regime drástico
Alimentação e beleza
Hora do recreio – Hora de comer bem

julho 3, 2008 at 5:18 pm 5 comentários

Alimentação e beleza

Que tal melhorar o seu visual e de quebra se alimentar com qualidade?

Na busca por uma pele bonita, cabelos mais hidratados e pelo corpo tão sonhado, homens e mulheres fazem crescer o mercado da beleza, os produtos desse meio são tantos que as pessoas até se perdem em meio a eles.
No entanto, deve-se destacar que não basta só utilizar esses produtos. A alimentação tem forte e decisiva participação nesta caminhada rumo à beleza saudável. O segredo de um corpo belo e saudável está na escolha da dieta, ou seja, dos alimentos que comemos.

Frutos do mar para a pele que descama
A causa pode ser carência de zinco (encontrado em frutos do mar e carne vermelha) ou das vitaminas C e E. Coma todos os dias vegetais verde-escuros, como couve, agrião, rúcula e escarola (fontes de vitamina C), um punhado de castanhas e tempere a salada com azeite extravirgem (fontes de vitamina E). Aproveite também para consumir sem culpa vitamina A (cenoura, mamão, tomate, manga e abóbora) e a D (queijo branco e iogurte desnatado), que ajudam a manter a pele viçosa. Uma dica valiosa é tomar 10 minutos de sol diariamente, de preferência antes das 10 horas e depois das 16 horas.
Aí vão algumas dicas:

Soja contra pés e calcanhares rachados
O problema é um alerta do corpo de que há aumento de fungos. Para combatê-los, coma alimentos ricos em biotina (vitamina H), como fígado, soja (grão, tofu, missô ou proteína texturizada) e gema de ovo. A vitamina também é produzida pelas bactérias do bem que se alojam no intestino. Sua carência está ligada à furunculose, seborréia, eczema e aumento dos fungos no corpo. Para dar uma forcinha à hidratação da pele nessa região, não se esqueça ainda de massagear os pés com óleo de linhaça.

Castanha para vasinhos
Varizes e vasinhos podem indicar deficiências nutricionais ou congestão do fígado. Reforce as doses de vitamina E, presente nas castanhas, abacate e amêndoas. Como são ricos em selênio, importante antioxidante, esses alimentos diminuem o colesterol ruim e melhoram a circulação sanguínea. Evite roupas apertadas, faça muito exercício e dê adeus ao cigarro.

Sementes para unhas quebradiças
Quando elas estão quebradiças ou esbranquiçadas, é um alerta do organismo para carência de cálcio, zinco e magnésio. Recorra a sementes de abóbora e girassol (sem casca) e a brócolis, couve-de-bruxelas, lentilha, repolho, carnes magras, feijões, cereais integrais. Boas fontes desses minerais, eles fortalecem as unhas e as deixam mais bonitas e resistentes.

Melancia contra a gordura localizada
O problema pode ser hereditário ou conseqüência de hormônios desregulados, sedentarismo ou aumento de peso. Para combatê-la, reforce a alimentação com melancia e abacaxi: diuréticas, essas frutas ajudam a eliminar as toxinas do organismo. Invista também em verduras, cereais integrais e muita água. Aumentando a ingestão de fibras, o intestino funciona melhor e a saciedade aumenta. Fuja de fritura, pão e arroz brancos, pratos gordurosos, refrigerante e doce, alimentos para os adipócitos, as malignas células de gordura que, nas mulheres, tendem a se concentrar nos quadris e abdômen. Evite o sal, que retém líquidos e causa inchaço.

Rúcula contra lábios rachados
Sabe aquelas fissuras ao redor dos lábios ou no canto da boca? São conseqüência da falta de vitamina B2. Recorra aos vegetais de folhas verde-escuras (rúcula, almeirão, couve, escarola), amêndoa crua e gérmen de trigo.

Salmão contra flacidez
As causas podem ser herança genética, falta de exercício, excesso de peso e até má postura. Exercitar-se é fundamental – e a boa notícia é que existem alimentos que podem dar uma forcinha. Aposte em uma dieta rica em proteína magra para estimular a produção de colágeno: atum, salmão, ovo, peito de peru ou frango, queijo cottage, iogurte desnatado. Mas evite bacon, presunto e manteiga, que são ricos em gordura de origem animal e aumentam o colesterol ruim, entopem as artérias e prejudicam a circulação. Conseqüência: retenção de líquido e acúmulo de gordura e flacidez nos quadris e abdômen.

Chá de bardana contra a celulite
A retenção de líquido, as alterações hormonais, a vida sedentária e a alimentação inadequada podem desencadear ou agravar o problema. Para amenizá-lo, diminua sal (que retém líquido e causa inchaço), gordura, açúcar, café e álcool (que intoxicam o organismo). Abuse da água, sucos e chás desintoxicantes, como o de bardana (raiz encontrada nas feiras). Aumente a ingestão de pão e macarrão integrais, aveia, farelo de trigo, frutas com casca e bagaço. Ricos em fibras, eles diminuem o colesterol, aumentam a saciedade, melhoram o funcionamento intestinal e varrem as toxinas do organismo.

Ovo para um cabelo bonito
Como os fios são formados basicamente de proteína (queratina), para mantê-los saudáveis é importante ingerir boas fontes protéicas: ovo, carne magra, iogurte desnatado, queijo branco, leguminosas (feijão, soja) e grãos integrais. Se estiver perdendo cabelo, as causas podem ser hormonais ou falta de ferro, cálcio, potássio e vitamina B6. Contra-ataque com fontes desses nutrientes: brócolis, nozes, feijão, banana e aveia. Para deixá-los bonitos e brilhantes, recorra aos sais minerais contidos nas algas e às proteínas dos brotos, cereais e sementes. Corpo enxuto? coma mais frutas

Fonte: Boa forma

Como diz o velho ditado: “a real beleza é aquela que vem de dentro”, por isso faça uma aliança entre alimentação saudável e uma vida feliz, assim a beleza sempre estará presente!

julho 2, 2008 at 5:10 pm 2 comentários

Estômago – O filme

O filme Estômago é uma excelente pedida para quem curte um bom cinema!
Ele narra a história da ascensão e queda do cozinheiro Raimundo Nonato, que possui dotes muito especiais e sob a aparência de comédia satírica, oferece uma reflexão crítica sobre as diferentes camadas sociais.

Assista ao trailler do filme:

Trata de dois temas universais: a comida e o poder. Mais especificamente, a comida como meio de adquirir poder.

Na vida há os que devoram e os que são devorados. Esse cozinheiro descobriu um caminho à parte: ele cozinha. E é nas cozinhas de um boteco, de um restaurante italiano e de uma prisão que Nonato vive sua intrigante história. Ele aprende as regras da sociedade dos que devoram ou são devorados. Regras que ele usa a seu favor, porque mesmo os cozinheiros têm direito a comer sua parte. E eles sabem, mais do que ninguém, qual é a melhor.

Uma fábula nada infantil sobre o poder, o sexo e a culinária.
Posts anteriores relacionados:
Super Size Me – a dieta do palhaço
Ratatouille: o ratinho cozinheiro
Nação Fast Food – O filme
Pipoca e cinema

 

 

 

 

 

junho 10, 2008 at 6:14 pm Deixe um comentário

Churrasco na medida certa

Vai fazer churrasco?
Acerte na hora de comprar a bebida e a carne, não é nada agradável ter desperdício nessas horas.
Para ajudar, use essa ótima planilha que calcula tudo isso para você. Basta inserir a quantidade de pessoas nos campos amarelos e o resultado será dado.

Gostou da planilha?
Clique aqui e faça o download imediatamente.
Fonte Ócio
Bom churrasco!

Posts anteriores relacionados:
Carne light: um sonho possível?
Alimente-se com economia

maio 30, 2008 at 5:25 pm 4 comentários

Morando sozinho? Alimente-se melhor!

Morar sozinho é o sonho de muita gente. Eu mesmo já tive esse sonho, mas só até conseguir realiza-lo. Depois foi só arrependimento, contas e mais contas, solidão sem fim, e o pior de tudo, bagunça. Mas muita bagunça mesmo e preguiça para arrumar.

O lado bom de morar só é que você finalmente vai aprender a cozinhar. Ao menos aposto que você vai tentar. Não se entregue de vez ao restaurante. Lute!
E para ajudar na cozinha, aí vão algumas dicas para que um desastre não ocorra e você não morra de fome:
1- Elabore um cardápio semanal, programe o que irá comer nas refeições. Veja o que já tem na despensa, e faça uma lista do que falta comprar. Assim você aproveita os alimentos que já tem e compra apenas o que for realmente necessário.
2- Ao elaborar seu cardápio, pense em repetir uma mesma refeição. Prepare pequenas quantidades, mas que sejam suficientes para duas refeições.
3- Quando tiver um tempinho, prepare alimentos e congele em porções pequenas. São opções: como feijão, sopas, carnes, legumes cozidos e branqueados.

4- Fique atento a data de validade de todos os produtos, evite comprar aqueles que têm um prazo muito curto, pois não esqueça que dependendo da quantidade da embalagem, ficará por um bom tempo em sua despensa.
5- Limite-se a comprar o que é necessário, evite aquelas guloseimas, como salgadinhos de pacote, bolachas recheadas, chocolates, petiscos, pois na hora da fome, você não pensará duas vezes em optar por estes alimentos do que preparar uma refeição saudável. Se você não os tiver em sua despensa, será mais fácil evitá-los, não é verdade?
6- Separe as carnes em porções individuais, isso facilita e evita desperdícios.
7- Compre pequena quantidade de frios (mussarela, presunto, peito de peru e outros), pois estragam facilmente, o prazo de validade é bem curto.

8- Polpas de frutas congeladas são excelentes opções para ter em seu congelador, use a polpa ao invés de sucos em pó. São bem mais nutritivas.
9- Iogurtes e barras de cereais podem ser boas pedidas para se ter em casa, principalmente para quando surgir àquela vontade de comer um docinho, ou mesmo para os lanches intermediários.
10- Faça feira 1 vez por semana, compre pequenas quantidades de verduras, legumes e frutas e dê preferência por aqueles tipos que não se estragam facilmente, como maçã, banana, uvas, laranja e no caso das folhas, opte por aquelas que não murcham com facilidade e que são da época. De preferência pegue os maços menores.
11- Aproveite os alimentos como um todo, talos, folhas, use em tortas, sopas, risotos.
12- Se você perceber que as frutas estão estragando, faça uma salada de frutas, uma boa opção de sobremesa e aproveitamento de alimentos.
13- Os sanduíches podem ser consumidos no jantar, desde que você saiba escolher os ingredientes. Acrescente sempre verduras e legumes, escolha uma fonte de proteína (frango desfiado, carne fatiada, atum, peito e blanquet de peru, ricota, queijos brancos) e varie no tipo de pão (integral, sírio, francês, ciabata), compre um tipo e quando acabar, experimente de outro tipo. No pão prefira requeijão, cream cheese, geléia, azeite, em vez de maionese, manteiga.

14- Risoto é um prato único, fácil de preparar e que pode ser feito com os ingredientes que estão sobrando na geladeira e por conter alimentos de grupos diferentes, torna-se um prato equilibrado.
15- Abuse da sua criatividade no preparo de omeletes: use queijo, verduras e legumes crus (chicória, espinafre, cenoura ralada).
16- Macarrão é preferência nacional, por ser preparado em apenas alguns minutos, é uma preparação bem comum, e pode ser algo bem saudável sim, com azeite e alho, ao sugo, à bolonhesa, com brócolis, enfim, existem diversas preparações.
17- Pizza! Não faça dela sua refeição mais comum. De vez em quando prepare você mesmo, existem massas prontas bem fininhas, opções como pizza de frigideira, brotinho. O recheio vai de sua criatividade.
Fonte: Cyber Diet

Boa sorte e bom apetite!

Posts anteriores relacionados:
Truques na cozinha
República estudantil: saudades da comida da mamãe

abril 18, 2008 at 10:31 pm 8 comentários

Lingerie comestível – caia de boca!

 

Lingerie

Dar uma apimentada em sua vida sexual é bem fácil. Experimente coisas novas, e, aí vai uma dica: lingerie comentível!
Já pensou numa daquelas noites, com aquela pessoa especial, quando está na altura de tirar a lingerie, aparece um fio-dental sexy e doce?
Elas são feitas de gelatina, bem fininha, imitando um tecido. No mercado, são encontradas em diversos sabores e modelos diferentes. É um material erótico utilizado, normalmente, para estimular a prática do sexo oral.

 

Calcinha comest�vel

Por ser feita de gelatina, a lingerie comestível vai derretendo aos poucos, conforme o corpo da mulher vai ficando umedecido. Para as preliminares, este é o grande detalhe deste objeto. Conforme a mulher é tocada e vai ficando excitada, a calcinha se desfaz e, no sexo oral, o homem pode abusar das carícias sobre ela, fazendo-a sumir.
Em se tratando de sexo, não se pode esquecer da fantasia, e é neste ponto que a calcinha erótica mexe. Sabe-se que homens e mulheres têm um certo fetiche sobre a calcinha, existe todo um jogo pra retirá-la, o desejo de fazer sexo oral sem tirá-la e ainda, alguns homens gostam de somente colocá-la de lado um pouco na hora de fazer sexo.

 

Lingerie sexy

A calcinha comestível entraria neste jogo como um acessório que está ali, mas desmancha, ou seja, ela não atrapalha a excitação do homem ou da mulher. E como se parece muito com uma calcinha comum, a fantasia pode rolar solta na hora do sexo oral. Ela pode ser arrancada com a boca, pode ser lambida até desaparecer, pode-se fazer sexo oral por cima dela, pode-se transar com pedaços dela ainda intactos na frente, dos lados e atrás no corpo da mulher, ou seja, inúmeras coisas podem ser pensadas e realizadas com um pequeno acessório.
Assista a esse engraçadísimo vídeo da prisão de um homem que roubava calcinhas, guardem bem as suas:

Cabe lembrar que este tipo de material serve para estimular a criatividade e a prática do sexo oral, mas não quer dizer que seja necessário utilizá-la ou que precise ser comida. Neste caso, comestível é somente pra denotar que o material pode ser engolido ou entrar em contato com a boca.

 

oral.jpg

Mas tome cuidado para não ficar diabético!

img.jpg

Posts anteriores relacionados:
Sabor e sedução – afrodisíacos
O verbo comer e suas significações – Alimentação e sexo

fevereiro 12, 2008 at 4:43 pm 2 comentários

O mito do espinafre: a força do Popeye

Aposto que você já acreditou que comendo espinafre ficaria tão forte quanto o Popeye. Pois é, eu também já fui iludido com essa estória. Mamãe me enganou direitinho.

 

pixealo_popeye.jpg

Mas esse mito não nasceu da mente criativa de nossas mães, na verdade, ele saiu de um erro em um artigo científico. O mito do espinafre começou com uma confusão muito tempo atrás, em 1870, envolvendo um pesquisador americano, o Dr. E. Von Wolf. Um artigo publicado por ele saiu com um erro de datilografia: faltou uma vírgula no número que indicava a quantidade de ferro do espinafre. O resultado foi que a verdura ficou parecendo que tinha dez vezes mais ferro do que realmente possuía.
Assista ao vídeo do desenho do popeye:

O ferro é um mineral importante para o organismo humano e a falta dele provoca anemia ferropriva, uma doença que geralmente deixa a pessoa sem fome, cansada, pálida, sem disposição para o trabalho e com dificuldade para aprender.

 

espinafre.jpg

Somente em 1937, químicos alemães decidiram reinvestigar o milagroso vegetal e corrigiram o erro. Mas Popeye já estava por aí, propagando o mito do espinafre. O personagem surgiu em 1929, nas histórias em quadrinhos, e em 1933 estrelou, pela primeira vez, um desenho animado. O objetivo de sua criação foi fazer as crianças comerem mais espinafre.
Por fim, vai uma dica: Para aproveitar melhor os nutrientes do espinafre, consuma-o cru ou apenas cozido no vapor.
Bom apetite!
Posts anteriores relacionados:
Infância: obesidade e desnutrição
A cozinha e suas superstições
Vegetarianos
A alimentação e seus mitos
Alimentação e saúde

janeiro 15, 2008 at 11:54 pm 3 comentários

Posts antigos


Calendário

julho 2017
S T Q Q S S D
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Posts anteriores

Estatísticas

  • 1,402,583 Visitas

Visitantes agora no blog

counter

Page Rank

PageRank

Categorias